Home

IoT

O futuro onde tudo é conectado, quer ver?

Internet que rompe fronteras

É difícil definir o termo Internet das Coisas (IoT, em inglês). Uma coisa pode ser um aparelho que monitora batimento cardíaco, um biochip para controlar a alimentação ou um sistema inteligente que avisa quando a pressão do pneu do carro está baixa. O importante mesmo é saber que a coisa, quer dizer, as coisas, estão ficando tão sérias que a previsão é que as conexões de sensores e demais aparelhos IoTs superem o número de smartphones conectados à redes wireless em 2018 - e o e-commerce não pode ficar de fora.

Números

  • 400 milhões de aparelhos IoT já estavam ativos no final de 2015;
  • Nos próximos cinco anos, aparelhos IoT com tecnologia celular devem ter o maior crescimento entre todos os demais tipos de aparelhos conectados à uma rede WiFi, superando smartphones, desktops, tablets e telefones fixos;
  • Em 2021, o número de aparelhos IoT deve atingir 1.5 bilhão de conexões.

Amazon Echo Retail

O Echo, a nova aposta da Amazon, é um aparelho que parece uma caixinha de som, mas é muito mais que isso: ele pode transformar sua casa em uma smart house. Além de tocar músicas e transmitir notícias, você consegue se conectar a outros aplicativos e aparelhos que também possuem controle de voz. Assim, é possível controlar, por exemplo, a iluminação, o sistema de segurança e a temperatura da sua casa. As possibilidades são infinitas e a ideia é, aos poucos, começar a disponibilizar a compra de produtos por voz.

Amazon Dash Button Retail

Mais antigo que o Echo, mas não menos inovador, o Amazon Dash Button é um botão que se conecta a aparelhos e eletrodomésticos da sua casa e te permite repôr produtos com apenas um toque. A marca de sabão em pó Tide, por exemplo, criou um Dash Button personalizado em parceria com a Amazon. Basta instalar o aparelho, que é vendido por apenas $ 4,99 dólares, e apertar o botão para receber uma remessa de sabão em pó diretamente na sua casa, com a rapidez de entregas da Amazon.

Beacons Retail

O bluetooth não é novidade, mas usar a tecnologia para transmitir localizações e produtos estratégicos se tornou possível com o lançamento como os beacons (ou “iBeacons”, como foi batizado pela Apple). Esses pequenos dispositivos disparam sinais que são recebidos e interpretados pelo seu smartphone. Assim, seu celular reconhece objetos, locais e produtos automaticamente. Você pode, por exemplo, ser avisado que aquele tênis que você tanto queria já está disponível na sua numeração quando se aproximar da loja ou entrar no shopping. Os beacons prometem transformar os pontos de venda e criar experiências de compra mais personalizadas.

Powered by Social Miner e E-Commerce Brasil